quinta-feira, 15 de janeiro de 2009


Há tanto tempo que não beijo outra boca
que minha língua já tem camadas espessas
de teu cuspe.
Minha vida está inundada com teu gosto.
que eu tanto gosto.
Esse sabor insosso do mesmo,
é o que mata minha sede de loucura
é minha cura
amarga e única
saliva viva que
me vomita juras.
.

Nenhum comentário: