sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Na sua cabeça
sempre em ebulição
sobre seu corpo calmo
transitam as idéias do absurdo
E ele
com seus pés engraçados
desenha seu caminho
e acena da sua janela pro mundo
perdido entre moinhos
com os olhos cheios de imensidão
Aquele louco
que anda cheio de fé
é um romântico compondo sua canção de amor!

Um comentário:

Luciano Fraga disse...

Louco é o mundo que necessita de uma nova composição de amor, muito bom, abraço.